domingo, 17 de maio de 2009

JUSTIFICAÇÃO PELA FÉ

POR VALDECI DO CARMO

“Porque o fim da lei é Cristo para justiça de todo aquele que crê” (Rm 10.4).
A respeito de salvação pela fé, redigirei uma síntese mostrando o que entendo sobre o assunto.
Paulo deixou bem claro que a lei serviu de tutor de aio para nos levar a Cristo. Isto está bem claro em Gálatas 3.24-26. Se formos agora de Cristo não estamos debaixo da lei, ela foi um instrumento necessário para que revelasse a incapacidade do homem em poder ser justificado.

Podemos afirmar que a lei teve o seu cumprimento em Cristo, pois o único que a cumpriu na íntegra foi Ele. Agora eu tenho a justificação através da fé naquele que foi enviado pelo Senhor para que todo o que crer não pereça, mas tenha a vida eterna.
Entendo com isso que o Senhor Jesus não estava menosprezando a lei, mas estava dando uma outra conotação à mesma, afirmando que todos os rituais prescritos na lei, algo sempre figurativo, e as demais ordenanças têm o seu cumprimento pleno no amor.

Compreendo que a lei teve um papel pedagógico, um verdadeiro guia e instrutor para nos mostrar o caminho que é Cristo. Nesse caso não tem valor salvívico.
A própria lei mostra que Cristo viria. Todo o Antigo Testamento, ou Escritura judaica aponta para o Messias que haveria de vir no tempo certo, na plenitude dos tempos conforme Gálatas 4. 4-5 .

O judaísmo reconhece simplesmente uma aliança. Nós cristãos identificamos as duas como sendo uma extensão da outra, portanto nenhuma pode existir sozinha.
Entendo que o caráter divino da lei, serviu para o propósito de mostrar a incapacidade humana em cumpri-la, sendo a mesma cumprida unicamente na pessoa de Jesus Cristo.

Por outro lado devemos compreender que a lei foi dada aos judeus, para os estruturarem como nação eleita. Esta verdade jamais poderá ser anulada. Acredito que existe um propósito embutido na lei relacionado a nação Israelita que ainda continua de pé, valendo para a coletividade israelita e não como indivíduos, pois de forma individual cada judeu é um ser dependente da fé em Cristo para obtenção de salvação.
Está escrito em Gálatas capítulos 3 e 4 que a justificação nunca foi pelas obras da lei e sim pela fé.

Entendo claramente que o ministério da lei nunca teve o poder de promover vida, mas morte. Basta olharmos no passado quando a mesma foi promulgada que veremos três mil almas mortas enquanto que na nova Aliança ocorreu o fenômeno de conversão de quase três mil almas.
Acredito que de maneira nenhuma Paulo estivesse desprezando a lei de suas primeiras convicções, mas estava estabelecendo conexão entre o antigo pacto e o novo que foi selado com preço de sangue. O que Paulo sugere ao longo de suas epístolas é que tudo o que existe na lei, era ilustrativo, simbólico. O real cumprimento está na pessoa de Cristo.

A própria Escritura sagrada estabelece desde os tempos antigos que o justo encontra via somente através da fé. Isto foi visto em Habacuc e também em Abraão que encontrou justificação pela fé, corroborando assim com a teologia paulina de uma nova aliança mediante a fé e não pela fracassada tentativa de ser justificado pelo rigor da velha Aliança advinda da lei.
Como eu tentei mostrar, não existe a possibilidade de desassociar uma da outra. A velha aliança nos leva a nova que por sua vez está ligada à antiga. Digo ligada não no sentido de dependência inferior, mas através de uma relação de princípios mútuos estabelecidos por ambas.
Podemos observar que a lei apontava para Cristo. Assim sendo a antiga aliança mostra a necessidade da fé em Cristo enquanto a nova aliança demonstra ter surgido do advento anterior e por isso é consequentemente o resultado da existência da primeira, nesse caso servindo de cumprimento dos projetos de antemão estabelecidos pelo eterno Deus.

Valdeci do Carmo

10 comentários:

Felipe M.Nascimento disse...

Paz em Cristo jesus eu gostei muito do teu Blog é mo benção... ((Veja))www.blog-vidaprofetica.blogspot.com deixe um comentaria blz até logo valeuuuuu...

Danilo Fernandes disse...

Ola irmão Valdeci!

Nunca é bastante repetir isto, num meio e num tempo triste onde na igreja evangelica se professa justificação com mandinga, com sabonete de arruda, com arca, com muito sincretismo e idolatria, mas pouca fé..

Queria aproveitar a oportunidade para lhe apresentar o meu blog, o Genizah e recomendar uma visita. Por minha vez, já me tornei seu seguidor.

Graça e Paz!

Danilo


http://genizah-virtual.blogspot.com/

Marcello de Oliveira disse...

SHALOM!

1. Uma alegria conhecer seu blog. Que o Deus Eterno lhe conduza em triunfo.

Medite em II Co 2.14

Em Cristo, Marcello de Oliveira

P.s> acesse: http://davarelohim.blogspot.com/

E veja o texto; A Pomba YONÁH – Cantares 2.14

Valdeci do Carmo disse...

caros amigos e irmãos em Crist muito obrigado por visitarem o meu blog e por deixarem seus comentários. Em breve desejo fazer uma modificação nele e publicar com mais frequência. Visitarei o de vocês sim. Desculpem-me pela demora estou engajado nos Trabalhos da minha pós em antropologia da Religião. E terei um intensivo agora em julho de dez dias em São Paulo. Abraços a todos.

Valdeci do Carmo

Felipe M.Nascimento disse...

Ola obrigado, pela visita... volte sempre ao nosso blog Vida Profética... fiq na Paz...

Geziel Silva Costa disse...

Olá Valdecir!

Anda sumido né? Quando vc vem a Cuiabá? Precisamos conversar.

Grande abraços
Geziel

Cleosmar Machado disse...

A paz do Senhor Valdeci

Parabéns pelo Blog, muito bom mesmo. É isso aí temos de divulgar de todas as formas possíveis as verdadeira teologia.

Um grande abraço.

Cleosmar Machado

Valdeci do Carmo disse...

Obrigado por visitar o meu blog pastgor Cleosmar. Espero que a partir de outubro eu possa escrever com mais frequência. A paz

Alexandre Pitante disse...

Paz do senhor Jesus, gostei muito do seu blog, estarei seguindo o Sr. a partir de agora, que Deus em Cristo Jesus possa abençoar a vossa vida e a sua familia, como tambem o vosso ministério. Fica com Deus.

Valdeci do Carmo disse...

Graça e paz meu amado....obrigado por acessar o meu blog...já tenho um tempinho que não escrevo mas em breve estarei postando alguma coisa....fique na paz...e é uma honra muito grande tê-lo aqui